Escolha o seu país
Fechar

Governo anuncia nova linha de apoio às empresas no valor de 55 milhões de euros, a fundo perdido

Página Inicial > Novidades > Notícias > Governo anuncia nova linha de apoio às empresas no valor de 55 milhões de euros, a fundo perdido
Notícias
Abril 8, 2020

Medidas de incentivo à Economia continuam a ser anunciadas

Na sequência das mais recentes medidas que têm sido anunciadas pelo Governo, com o intuito de apoiar a Economia durante a pandemia de Covid-19, está a ser preparada uma nova linha de apoio às empresas portuguesas que optem por fabricar materiais que são considerados essenciais pelas autoridades de saúde para este período, como é o caso de máscaras e ventiladores.

Esta linha de apoio, a fundo perdido, tem um valor total de 35 milhões de euros. 

Para além Incentivo para empresas, uma outra vertente que foi igualmente anunciada destina-se à promoção científica, com o intuito de descobrir novos meios que possam ser decisivos no combate ao surto do novo coronavírus, através da Investigação e Desenvolvimento nesta área.

Esta vertente, tal como a produtiva, também é financiada a fundo perdido, contando com um valor de 20 milhões de euros. 

O Regulamento oficial destas medidas pode ser consultado aqui.

Com grande parte do tecido empresarial português a ver as suas linhas de produção paradas ou a operar num ritmo muito inferior à capacidade instalada, esta iniciativa anunciada pelo Ministério da Coesão Territorial, na pessoa da Ministra Ana Abrunhosa, vem dar uma oportunidade a estas empresas para poderem recuperar parte da atividade produtiva, redirecionando meios internos para a produção destes materiais, algo que é considerado essencial não só nesta fase mas também no pós-pandemia. 

Com esta medida, para além de o Governo promover e subsidiar os melhores projetos que respondam a estas necessidades, também oferece a estas empresas uma alternativa para a gestão de recursos humanos internos, permitindo que as mesmas consigam utilizar a mão-de-obra disponível e, até agora, operacionalmente inativas, no regime de lay-off. 

Mostrar comentários

Sem comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *